sábado, 14 de março de 2009

Rio de Pisces





Sou de Pisces, como o Rio de Janeiro. Nasci sob a égide astral do signo de Peixes; o Rio também nasceu sob este signo solar. Sim, porque o nascimento oficial das cidades é a sua fundação. E o Rio – como todos sabem – teve a sua sacramentada por Estácio de Sá, em 1º de março de 1565. No entanto, o Rio de Janeiro surgiu muito e muito tempo antes, naturalmente... E aposto que foi na época em que nascem os amantes das artes, alguns dos mais sensíveis e estetas seres do zodíaco: os festivos e sentimentais nativos do mês de março!... Sou, pois, capaz de afirmar – mesmo sendo deste milênio – que o Rio de Janeiro surgiu num dia encantado de março de alguma era antiga...

Rio, do gigante deitado,
era o mundo gerado,
a gênese explodia!
E junto à história da crosta,
do litoral e da rocha,
o Rio nascia!...
Assim, numa morada de homens
que entrecortam
e transfiguram os ventos
Formou-se uma pedra humana,
que encanto emana...
e desafia os tempos!

Diante de tanta beleza natural – destacada por especialistas dentre as mais expressivas do planeta –, beleza essa apenas realçada com o passar dos anos –, é mesmo concebível que conjunturas astrais favoráveis tenham permeado os céus, a baía e as montanhas recortadas desta cidade! O Rio é um desses raros lugares em que a beleza parece tomar conta da alma da gente... Quantas e quantas vezes, afinal, você e eu não nos pusemos a apreciar a enseada de Botafogo – com o cenário indescritível do Pão de Açúcar ao fundo – ao imaginarmos como é possível existir um lugar assim tão lindo e perfeito, totalmente talhado pela mão da natureza? Ora, o Rio é cartão postal a inebriar os olhos de seus moradores ou visitantes, nacionais e internacionais, que sentem os olhos sorrirem espontaneamente quando fitos em quaisquer de suas paisagens!

Rio, do Cristo que impera
do alto da fraga,
fitando a baía...
Na vasta extensão de infinito,
dimensão e estrela-guia!...

E não falo apenas do Rio do Pão de Açúcar. Refiro-me ao Rio da vista azul atlântica e das ruas bucólicas de Laranjeiras, ao Rio do Aterro olhando para a baía... falo dos rostos receptivos das gentes, da peculiaridade do clima e da alegria subindo com a temperatura! Falo do chorinho na praça, do tamborim do malandro e das performances no Maraca... É claro que também aludo ao Rio dos Dois Irmãos e da lagoa em forma de coração! Também me refiro ao Mirante do Leblon, ao Jardim Botânico, à Quinta de D. Pedro e à extensão verde da Tijuca, a maior floresta urbana do mundo!... Rio de Janeiro dos Arcos da Lapa, do calçadão de Copa, da Fonte do Mestre Valentim, do Largo do Boticário, do Corcovado e dos bondinhos deslizantes em trilhos nas alturas!... Na verdade, porém, o Rio é muito mais que tudo isso; é mais que a Pedra da Gávea (maior bloco de pedra junto ao mar, no mundo inteiro!) ou que o Copacabana Palace iluminado ante o glamour do luar carioca! A Cidade Maravilhosa condensa as letras de Chico, a música de Jobim, a poesia de Vinícius, o balouçar da Garota de Ipanema, o colorido das praias, o sonho do carnavalesco, a ginga da sambista e o choppe estupidamente gelado da esquina!... Este é o Rio para brasileiro, americano, holandês e inglês verem! Uma terra onde o comum é fascinante e todos os clichês são personais...

Rio de Vinícius,
da musa dourada
que seduzia!
De rostos na multidão misturados,
esquecidos, às vezes,
de tanta magia!

Da bola, do tamborim,
do pandeiro,
do samba do morro!
De uma tal plebe,
sem teto nem sede,
que pede socorro!

Apesar das incongruências sociais, a beleza natural do Rio ainda parece aimanar o coração do carioca... Quantas vezes, entre um trânsito aterrador e horários estreitos, não me acalmei enquanto passava pela orla, mirando o verde mar? Realmente, são incomparáveis o mar e o céu do Rio de Janeiro!... Este, não por acaso, foi escolhido como “o céu mais azul e bonito do mundo”, e a cidade foi eleita a Capital Mundial da Gentileza! Nosso povo hospitaleiro sustém os recordes do sorriso espontâneo. Não bastasse isso, a Cidade Maravilhosa também abriga uma das Sete Maravilhas do mundo contemporâneo, e – problemas à parte – ainda é um dos melhores recantos do planeta para se viver! (Palavra de muitos daqueles que se fixaram aqui e acolheram a cidade como sua). E guardando assim tantas coisas, só poderia o Rio ter surgido mesmo sob a influência abundante de Pisces! 
Reza a lenda que o pisciano tem nesta vida a sua última encarnação. Tal condição faria do nativo de Peixes um ser mais elevado que os outros, visto já haver vivido e evoluído mais que seus 11 antecessores da roda zodiacal. Ora, talvez isto explique o mar de emoções que permeia o coração de um pisciano. Este é um ser que – homem ou mulher – traz a alma nos olhos!... Normalmente condensa uma variedade infinita de artes. Afirmo e insisto, ainda, que nenhum ente dessa categoria é insensível ou coisa que o valha. Ser pisciano pressupõe ser especial, num acúmulo de características-funções: abundância de sentimentos, espiritualidade e magnetismo, intuição à flor de pele, nobreza de intenções, valorização de outrem e todo o espírito do mundo para a doação ao próximo! Se você tem um amigo pisciano, e se lhe dedica amizade de verdade (isto é fundamental, pois ele tem um sensor infalível), conte com ele: com certeza, em momento preciso, ele irá ajudá-lo! Mas o pisciano também não é só qualidade do tipo convencional. Os nascidos sob tal signo solar têm uma personalidade exuberante e, assim, suas águas também se mostram revoltas quando do anúncio de alguma tempestade... Lagos e oceanos nunca serão os mesmos: embora os piscianos sejam inteiros em suas emoções, estas são tantas que se diluem em todos os tipos de águas: brandas e suaves... ou maremotos arrebatadores!

Com um amigo pisciano, você nunca terá rotina, e sua companhia poderá ser sempre um mundo variado e feliz de acontecimentos! O pisciano também é muito justo e não pratica o mal, mas também não perdoa aquele que, porventura, o faça. No campo da amizade, dá mil e uma chances para aqueles com quem convive. Contudo, na milésima segunda vez, ele pode ser implacável, pois decisão de pisciano não tem volta. Mas normalmente ele se decide por uma grande entrega ao mundo, pela generosidade e por uma pujante pluralidade universal. Porque, afinal, um pisciano – como sempre lembro – é um mar de histórias!...

Numa divertida comparação do pisciano com a personalidade desta cidade, posso mesmo me referir a uma urbe de força exuberante, um lugar que abriga todas as águas, onde tudo pode acontecer!... Recôndito um tanto mágico, capaz de concentrar em si – e também despertar para si – todas as atenções do mundo, dada a força de suas verdades naturais. Por isso, insisto na denominação Rio de Pisces: Rio de sonhos, Rio de belezas e encantamentos! Cidade portadora de sorrisos e de sentimentos cultivados... Rio de Pisces: céu infinitamente azul como o sonho de um pisciano, povo alegre e festivo, como a alma pisciana... Rio de Pisces, do Cristo que nos recebe de braços abertos!... Rio de Pisces, surgido num janeiro qualquer, ante as profusas águas de um tal (antecedente, cenozóico) março...

Águas benditas de março
trazendo-me boas novas refeitas...
Segredando-me, suaves estardalhaços,
a abundância das colheitas!
E se coleciono muitos marços
às vésperas de outonos poéticos,
corre a vida e se manietam os laços,
em sua livre e perfeita métrica!...

Ora, na métrica dos espaços
e na teoria dos sentidos,
abarco em mil abraços
tudo que carrego comigo!

Passa o tempo, com os marços...
chuvas que me inundam, de novo!
Corre o tempo e não se atenua meu passo:
caminho na direção do que louvo!

Por Sayonara Salvioli

10 comentários:

Cláudia F. disse...

Linndoo, amiga! Que texto!!!
Fiquei até com saudades da Cidade Maravilhosa! Curta-a aí por mim!!

Eugênia Mendes disse...

O Rio é tudo isso mesmo: terra do mar, do céu, do carnaval, do poetinha, de Tom das águas de março! Muito bem retratado!!!!!
Bjusss

Gaby disse...

Eu também sou "de Pisces"! E gosto de pensar que o Rio também pertence à nossa escala astral!! Hehe...

Mariana disse...

Os piscianos são adoráveis!!!!

Helena disse...

O Rio é td de bom!!!! Rio de Pisces, Rio de mil faces!!

Ricardo disse...

Sayonara,
O Rio de Janeiro merece todas as homenagens realmente!
Sucesso!

Dani disse...

É ísso aí! Rio do carnaval, do futebol, das praias cheias! Tb soube que a praia de Copacabana foi considerada em votação a praia mais linda do mundo!!

bruno disse...

Lindas as imagens do Rio do video!

Cintia disse...

Esta cidade detém todos os recordes do mundo!!! O Rio é o meu berço! A minha Pátria é carioca!!! hehe

Sandra disse...

"Cidade maravilhosa
Cheia de encantos mil
Cidade maravilhosa
Coração do meu Brasil
Cidade maravilhosa
Cheia de encantos mil
Cidade maravilhosa
Coração do meu Brasil

Berço do samba e das lindas canções
Que vivem n'alma da gente
És o altar dos nossos corações
Que cantam alegremente

Jardim florido de amor e saudade
Terra que a todos seduz
Que Deus te cubra de felicidade
Ninho de sonho e de luz"

Cidade Maravilhosa...
Amo!!!!!!